terça-feira, 24 de janeiro de 2017

António Manuel Couto Viana

Dezasseis anos, talvez

Dezasseis anos, talvez.
Vejo-a, no café, cada manhã,
A folhear, atenta, um compêndio de inglês,
Com um perfume a escola e a maçã.

Não me canso de a olhar. Às vezes, olha
(Um velho!), num desvio de atenção,
E logo volta a folha,
Enquanto molha
o bolo no galão.

Eu saio, com pesar, bebida a bica.
Ela é a minha manhã,
Tão natural, tão clara... que ali fica.

- Que saudades da escola! Que fome de maçã!


"Café de Subúrbio", António Manuel Couto Viana

(António Manuel Couto Viana nasceu no dia 24 de Janeiro de 1923. Morreu em 2010.)

Sem comentários:

Publicar um comentário