terça-feira, 24 de julho de 2018

Microcontos & outras miudezas 92

Colhedor de sóis
Saiu para apanhar sol. Regressou de saco cheio.

Ao nível do por banda
Exacto. Confirma-se o que dissemos no início da partida. Os movimentos de ruptura não saíram à turma anfitriã, que, inexistente nas alas e sem rasgo nos momentos de transição, falhou clamorosamente no último terço do terreno, tanto ao nível da definição quanto ao nível da finalização, não apresentando por isso lances susceptíveis de redundarem em golo. Dizer que, não obstante, tivemos o privilégio de visionar um prélio, na sua parte complementar, jogado e disputado com muito bom índice por banda quer de uma quer de outra equipa. O futebol é que ficou naturalmente a ganhar.

O Oliveira
O Oliveira foi chamado de urgência à gerência. Ordens: mudança de secção e de funções. Quer-se dizer: mobilidade. Deram-lhe um martelo. - Um martelo!? - protestou -, mas toda a gente sabe que eu sou o Oliveira da serra...

Lições de História 24: Jonas
Jonas era profeta com escritório em Israel e Deus mandou-o a Nínive passar umas gáspeas aos assírios, que eram maus como as cobras e de uma crueldade bíblica para com inimigos e povos vencidos em geral. Jonas acagaçou-se com os perigos da demanda e tentou desobedecer a Deus, fugindo, disfarçado de Hercule Poirot, numa viagem de cruzeiro pelo Mediterrâneo. Deus levou a mal tamanha manifestação de cobardia e diletantismo, caiu-lhe em cima com uma tempestade de criar bicho e atirou-o borda fora. Jonas foi engolido por uma baleia e por lá se acomodou durante três dias e três noites. Ao fim da terceira noite, isto é, ao quarto dia, depois do pequeno-almoço, a baleia deu à Costa da Caparica e o resto da história é bem conhecido: Jonas assinou pelo Benfica e em quatro épocas já marcou 122 golos.

Está dito! 6
Considero nomeadamente.

Está dito! 7
Parece-me que.

Tal pai, tal filho
O pai morreu e, trinta e dois anos e muitos dias depois, o filho morreu também. No velório, comovido, o velho amigo da família fazia notar a infeliz coincidência: - Tal pai, tal filho...

Sem comentários:

Publicar um comentário