segunda-feira, 8 de fevereiro de 2016

Eduardo Pondal 2

A lingua tiveran
por lingua de escravos;
esqueceran os patrios acentos,
suidosos e brandos.

Dos propios acentos
tiveran vergonza;
de cautivos falaran palabras,
de servos e ilotas.

Deixaran os doces
acentos jocundos
por estrañas palabras de servos,
ignaros e escuros.

A nai, afrigida
da escura miseria,
os propios tomara
por gente estrangeira,
e espantada escuitara dos fillos
a plática serva.


"Queixumes dos Pinos",  Eduardo Pondal

(Eduardo Pondal nasceu no dia 8 de Fevereiro de 1835. Morreu em 1917.)

Sem comentários:

Publicar um comentário