terça-feira, 24 de fevereiro de 2015

A treta do ambiente e da fiscalidade verde

Fui à peixaria. Pedi meio quilo de fanecas e a senhora meteu-mas num saco plástico; pedi meio quilo de lulas e as senhora meteu-mas num saco plástico; pedi dois carapaus e a senhora meteu-mos num saco plástico; pedi meia dúzia de marmotinhas e a senhora meteu-mas num saco plástico; pedi uma mão-cheia de petinga e e senhora meteu-ma num saco plástico; pedi uma solha e a senhora meteu-ma num saco plástico. A senhora:
- Que mais?
- É tudo.
- Quer um saco?
- Como sempre.
- São dez cêntimos.
- Este peixe todo?
- O saco é que custa dez cêntimos.
- Porquê?
- Porque é de plástico.
- E?...
- É para proteger o ambiente.
- E os seis saquinhos com o peixe?
- São de graça.
- Não são de plástico?
- São.
- E só o sétimo é que prejudica?
- Não sei. Pergunte ao Moreira da Silva.

Sem comentários:

Publicar um comentário