terça-feira, 21 de março de 2017

Dinis Machado 5

A voz de Sinatra calou-se por alguns segundos. E regressou noutra canção.
- Qual é o botão com que você controla a voz de Sinatra lá em cima? - perguntei.
- É Nora - disse ele. - Gosta de Sinatra.
- E o Sinatra gosta dela?
- Gosta de Sinatra, como eu gosto de coisas boas, como você gosta de música clássica.
- E de azul, Ricco.
- Isso. Você gosta de azul. Lembro-me que uma vez, num bar, você foi para a cama com uma mulher
que parecia um peixe. Mas você foi mesmo porque ela estava vestida de azul.
- E gosto de poetas, dos transfiguradores da palavra, dos que escrevem palavras azuis.
- E Romeu gostava de Julieta.
- E vice-versa.
A razão por que eu estava em frente de Steve Ricco era porque ele me tinha pedido para o visitar. A conversa era importante, dissera ele, mas dois homens como nós (dissera também ele) podiam transformar isso numa troca de impressões agradável, além de útil.
- Há quanto tempo não o via, Maynard? - perguntou ele, de repente.
- Há dois ou três anos.
- Talvez há quatro anos - disse ele, devagar. - O tempo passa.
- Pois.


"Mulher e Arma com Guitarra Espanhola", Dennis McShade

(Dinis Machado nasceu no dia 21 de Março de 1930. Morreu em 2008.)

Sem comentários:

Publicar um comentário