segunda-feira, 26 de janeiro de 2015

O Titanic era manquinho desta perna

Enquanto o FC Porto naufragava natural e definitivamente a 517 milhas do cabo Espichel, eu ouvia (do verbo ouver), no canal Mezzo, o "Concerto para piano e orquestra n.º 1 em si bemol menor, op. 23", de Tchaikovsky. Ouvia e lembrei-me do Titanic. O Titanic era o cão da minha tia Hermenegilda, e, coitadinho, era manquinho desta perna.

(Quanto à música: Orquestra de Paris, dirigida pelo maestro Paavo Järvi, com o cada vez mais largo e zangadíssimo Yefim Bronfman ao piano. E, sim, ainda tenho Sport TV.)

Sem comentários:

Publicar um comentário