domingo, 21 de agosto de 2016

Dora Vázquez 2

Marinheiro de mar

Mar em calma, mar azúl
é o da minha mar aberta,
onde os meus olhos se estendem,
onde o meu barco navega...
Marinheiro som de mar,
que vivo na mar aberta!
Nom te cambies tu de côr,
mar minha, pola tormenta...
Nom te avolvas com o vento,
que poidera o meu barquinho
ir-se a pique contra as penas.
Que eu som um marinheiro
que vivo na mar aberta!

"Campo e Mar Aberto", Dora Vázquez

(Dora Vázquez nasceu no dia 21 de Agosto de 1913. Morreu em 2010.)

Sem comentários:

Publicar um comentário