segunda-feira, 17 de agosto de 2015

António Botto 2

Se me deixares, eu digo
O contrário a toda a gente;
E, neste mundo de enganos,
Fala verdade quem mente.
Tu dizes que a minha boca
Já não acorda desejos,
Já não aquece outra boca,
Já não merece os teus beijos;
Mas, tem cuidado comigo,
Não procures ser ausente:
- Se me deixares, eu digo
O contrário a toda a gente.


"Canções", António Botto

(António Botto nasceu no dia 17 de Agosto de 1897. Morreu em 1959.)

Sem comentários:

Publicar um comentário