quarta-feira, 26 de abril de 2017

Caetano da Costa Alegre

Visão 

Vi-te passar, longe de mim, distante,
como uma estátua de ébano ambulante.
Ias de luto, doce, tutinegra,
e o teu aspecto pesaroso e triste
prendeu minha alma, sedutora negra.
Depois, cativa de invisível laço,
(o teu encanto, a que ninguém resiste)
foi-te seguindo o pequenino passo
até que o vulto gracioso e lindo
desapareceu, longe de mim, distante,
como uma estátua de ébano ambulante.


Caetano da Costa Alegre 

(Caetano da Costa Alegre nasceu no dia 26 de Abril de 1864. Morreu em 1890.)

Sem comentários:

Publicar um comentário