domingo, 21 de agosto de 2016

Bento Prado Júnior

Casa destelhada

A casa é um templo humilde, em cujo teto
há goteiras que choram, noite e dia;
o seu recinto todo está repleto
do verde musgo, que a humanidade cria.

Oculta um monge de sereno aspecto
na solidão do templo, a luz sombria.
Vota-lhe o monge singular afeto,
que lhe aviventa a fonte da poesia.

Nunca lhe entre os umbrais alma profana!
Lugar tão venerando dessa forma,
ofendê-lo-á, por certo, a vista humana!

Pois se procede, nesse ambiente sério,
ao milagre da dor, que se transforma,
no cadinho do amor, em refrigério...

Bento Prado Júnior

(Bento Prado Júnior nasceu no dia 21 de Agosto de 1937. Morreu em 2007.)

Sem comentários:

Publicar um comentário