segunda-feira, 2 de novembro de 2015

Jorge de Sena 2

Rígidos seios de redondas, brancas,
frágeis e frescas inserções macias,
cinturas, coxas rodeando as ancas
em que se esconde o corredor dos dias;


torsos de finas, penugentas, frias,
enxutas linhas que nos rins se prendem,
sexos, testículos, que inertes pendem
de hisurtas liras, longas e vazias


da crepitante música tangida,
húmida e tersa na sangrenta lida
que a inflada ponta penetrante trila;


dedos e nádegas, e pernas, dentes.
Assim, no jeito infiel de adolescentes,
a carne espera, incerta, mas tranquila.


"As Evidências", Jorge de Sena

(Jorge de Sena nasceu no dia 2 de Novembro de 1919. Morreu em 1978.)

Sem comentários:

Publicar um comentário