quinta-feira, 30 de novembro de 2017

Microcontos & outras miudezas 59

The walking dead
Diz-me o meu amigo: - Eh pá, que tétrico, só publicas textos de escritores mortos!...
- Mas mortos vivos - digo eu. É o que está a dar, não é?... 

Homens extraordinários 
1. Aqueles tipos que dizem "Nunca me arrependo daquilo que fiz".
2. Os políticos que respondem "O meu maior defeito? Sou muito exigente e perfeccionista, é um defeito que eu tenho".
3. Artistas que não sabem desenhar uma jarra e fazem exposições de pintura, e vendem.
4. Vendedores de banha da cobra que não sabem escrever e publicam best-sellers.
5. Os candidatos a qualquer coisa porque as "pessoas" lhes pediram muito...


Lua
Gritam Céus Choram
Olhos Cegos
A noite baixou sobre a Noite
(Translucidez insustentável necrotério clamorosamente profético)
Trazes-me nada
Dizes-me amplexo
Sexo Nexo Tacho
A Lua caiu
Partiu(-se)
Era da Vista Alegre

 A antiguidade é um posto. Um posto médico.
- Sou do tempo do Joselito, e isso quer dizer muito...
- Hã?!...
- Ok. Pensando melhor, não quer dizer nada... (ouvir)


Um tubarão na sopa 
O título tinha tudo para ser um bom título, tirando o facto de não ser. Dizia o jornal sério: "Vale mais um tubarão no mar do que na sopa". Um tubarão na sopa? Um tubarão? Com cabeça e tudo? Ou a cabeça é para cozer à parte, com grão? Desculpem-me meter o bedelho, mas chamar a mosca ao assunto não seria mais credível? Quero eu dizer: mais vale uma mosca no ar do que na sopa. Isto é que está certo, ou não? É que os nossos pratos, ainda que sopeiros, são muito pequeninos. E cada vez mais diminutos. Por causa dos tubarões - os outros...

Pílulas defeituosas e engravidadoras 
O título da notícia do jornal, na secção de Saúde, contava: "40 mulheres engravidaram devido a pílulas defeituosas". Não quero levantar falsos testemunhos, mas desconfio que também deve ter havido sexo...

Planeta dos macacos
Há coisa de cinco anos. Uma equipa de cientistas britânicos descobriu que os ninhos dos orangotangos são autênticas obras de engenharia, e de "engenharia complexa", é preciso que se note. Em retaliação, uma equipa de engenheiros argentinos descobriu que um casal de chimpanzés do Uganda estava a trabalhar numa nova vacina contra a febre aftosa.
Entretanto, na pacata vila de Borneo Apes, na Indonésia, chorava-se baba e ranho pela partida de Pony, a prostituta preferida que durante anos a fio satisfez os, por assim dizer, homens da população humana, justificando-se aqui o pleonasmo. Pony era uma orangotanga, se me permitem a expressão, estrela da casa de putas da terreola e finalmente resgatada pela Associação Protectora dos Orangotangos, após um ano intenso de tentativas frustradas de salvamento.
Darwin tinha razão. O que ele certamente não sabia é que era tanta e tão retorcida.

Sem comentários:

Publicar um comentário