terça-feira, 20 de junho de 2017

Vitor Caruso

Doçura.
És toda doce, toda, criatura:
O olhar, o riso, a fala
São mel de abelha, açúcar, rapadura.

Nada em doçura,
Ó flor, te iguala.
Mas não te posso amar!
- Ruge minha alma e clama e pinta o sete,
Pois sofro de diabete...

Vítor Caruso

(Vitor Caruso nasceu no dia 20 de Junho de 1888)

Sem comentários:

Publicar um comentário