domingo, 11 de maio de 2014

Camilo José Cela 2

- Não perder a oportunidade, já estou farta de o dizer, é o mais importante.
Dona Rosa vai e vem por entre as mesas do café, tropeçando nos clientes com o seu formidável traseiro. Dona Rosa diz com frequência chiça e lixaram-nos. Para Dona Rosa, o mundo é o seu café e tudo o mais em redor dele. Há quem diga que os olhos da Dona Rosa brilham quando chega a Primavera e quando as raparigas começam a andar de manga curta. Eu creio que tudo isto são mexericos: Dona Rosa nunca teria dado nada a entender. Nem com Primavera nem sem ela. À Dona Rosa agrada-lhe, nem mais nem menos, arrastar as suas arrobas por entre as mesas.

"A Colmeia", Camilo José Cela

(Camilo José Cela nasceu no dia 11 de Maio de 1916. Morreu em 2002.)

Sem comentários:

Publicar um comentário