terça-feira, 26 de junho de 2018

Luís Edmundo 2

Viva la Gracia!

Calle Alcalá: Manolita
Que vais a Puerta del Sol.
Consuelo, Concha ou Paquita,
És de Madri, senorita,
De Segóvia ou de Ferrol?

Tens dos versos de Zorilla
A essência meridional.
Com o teu manton de manilla
Lembras noites de Sevilla
Perfumes de naranjal.

Dias de toiros, fanfarras,
O estouvamento febril
Das seguidillas bizarras
Com Xerez e com guitarras
E requebros de quadril.

De onde vens, flor rescendente,
Nessa alegria louçã
Que perturba toda gente?
De um livro de Benavente?
De um quadro de Zurbarán?

E Manolita, apressada,
Indiferente e veloz
Nem vê minha alma abrasada
Que a segue pela calçada...
Viva la Gracia. Por Diós!

"Rosa dos Ventos", Luís Edmundo

(Luís Edmundo nasceu no dia 26 de Junho de 1878. Morreu em 1961.)

Sem comentários:

Publicar um comentário