sábado, 26 de agosto de 2017

Xavier de Carvalho

O sino de São Pantaleão 

Em minha terra, o sino mais sentido,
o mais triste de todo o Maranhão,
é o grande sino há muito erguido
da velha e secular São Pantaleão...
 
Todo enterro ali passa... E ele dorido,
vendo-os passar, soluça na amplidão...
E é tão forte e é tão fundo o seu gemido
que a todos espedaça o coração!
 
Eu avalio a mágoa desse dobre,
quando meu velho pai, vida tão nobre,
diante da igreja, em seu caixão passou...
 
O sino gemeu tanto nesse dia
que eu de tão longe ouvi na alma vazia
os dolorosos ais que ele dobrou!
 
Xavier de Carvalho

(Xavier de Carvalho nasceu no dia 26 de Agosto de 1871. Morreu em 1944.)

Sem comentários:

Publicar um comentário