quarta-feira, 30 de agosto de 2017

Eduardo Prado

Houve um dia um bispo que se achava detido na ilha das Cobras.
O caso é conhecido: sabe-se quem foi o bispo e sabe-se o que então houve e também se lembram todos de que a notícia de estar s. exc. em prisão tão mal nominada encheu de horror o beatério europeu, que então ouviu falar, ao que parece, pela primeira vez, deste ignorado Brasil.
As devotas damas, as pálidas monjas, os adocicados pregadores imaginaram logo o príncipe da Igreja atacado de todos os lados por centenas de víboras terríveis e horrorosas, de que s. exc. se defendia a golpes de virtudes evangélicas e, talvez, com o auxílio de um bom báculo de piúva.

"Viagens", Eduardo Prado

(Eduardo Prado nasceu no dia 27 de Fevereiro de 1860. Morreu no dia 30 de Agosto de 1901.)

Sem comentários:

Publicar um comentário