quarta-feira, 21 de junho de 2017

Martins de Oliveira

Função

Royalino é o sapo humano.
Salta, espantado, galga á mesa.
A multidão do vasto circo está silenciosa,

Mastigando apenas.

Espanto num momento.
O bombo explode surdo em surdo som.


Royalino rola e se desloca em movimentos rápidos.
(As pernas estão voltadas para o ar.
E as mãos curvadas para baixo).
Depois muda de posição e vira finalmente
Num montão de membros tortos sobre o peito.
A multidão, como se fosse um olho só, move-se contente.


Vem o palhaço, dá uma gargalhada e leva
aquilo tudo para a barraquinha.


A música rebenta num dobrado chula, e o povo
diz que tudo é velho, sim, senhor.

"Pátria Morena", Martins de Oliveira

(Martins de Oliveira nasceu no dia 21 de Junho de 1896. Morreu em 1975.)

Sem comentários:

Publicar um comentário