domingo, 3 de julho de 2011

Este ministro é um míster

Já se nota o dedo do Álvaro da Economia. O ministro que veio do Canadá (que o Platini não saiba!) surpreendeu tudo e todos ao declarar, sem papas na língua, que "é inaceitável e insustentável continuarmos com esta taxa de desemprego". Já somos dois. Eu farto-me de dizer o mesmo à patroa, enquanto vemos a telenovela.
O Álvaro da Economia falou e eu lembrei-me do Humberto Coelho, do tempo em que o ex-jogador do Benfica era comentador dos jogos da Selecção, creio que na RTP, e que, quando Portugal estava a levar na cabeça, só dizia "é preciso fazer qualquer coisa". Humberto nunca explicou o que é que era preciso fazer, mas, tal como o ministro, ele sabia que assim não podia ser.
A nossa sorte, desta vez, é que o Álvaro está "muito satisfeito" com a sua equipa. E até dá a táctica: "Somos um grupo vencedor, uma equipa de estrelas", "vamos arregaçar as mangas e trabalhar, trabalhar, trabalhar".
Vocês sabem do que ele está a falar?

Sem comentários:

Publicar um comentário