domingo, 8 de novembro de 2020

O (des)interesseiro

- Eu quero é que o dinheiro se foda! - dizia. Acrescentando: -  E que procrie, evidentemente...

Sem comentários:

Publicar um comentário