segunda-feira, 19 de novembro de 2018

Uma boa merda...

A avó mandava-o à merda e ele lá ia todo contente. Levava uma telha e tornava-a a casa cheia de poios de bosta, quanto mais fresca melhor, para selar a porta do forno que cozia o pão. Ir à merda era, naquele tempo, satisfatoriamente adequado.

Sem comentários:

Publicar um comentário