sábado, 15 de dezembro de 2012

A anedota do ano: Relvas fala de "transparência"

Lisboa tem um Governo que, para além de incompetente e sem-vergonha, também é tolo. Hoje o Governo de Lisboa deixou Miguel Relvas falar de "transparência". Deixar Miguel Relvas falar já é um perigo, como vem sucessivamente preopinando o confrade e preopinante-geral da república, Marcelo Rebelo de Sousa. Mas deixar Miguel Relvas falar de "transparência" só pode ser piada. Piada de mau gosto.
A propósito do forrobodó das privatizações da REN, da EDP, da TAP, da ANA e da joana, o doutor da mula ruça disse que "foram processos de uma transparência total", "processos imaculados”. Rematando: "A transparência é um lema que o Governo assume em relação a todos". Pois é. "Transparência". Foi o Relvas que disse? É para rir, não é? Mas eu não rio.

Sem comentários:

Publicar um comentário