quinta-feira, 21 de julho de 2016

Curtas & grossas 9

Comida, carros e gajas
- Eh pá, vocês só falam de comida!... - estão sempre a acusar-nos, a nós, aos do Norte. E sem razão. Na verdade, nós, os do Norte, somos tão capazes de manter conversas interessantes e profundas sobre gajas e carros como o resto dos portugueses.

Com os copos não há meias medidas
Há duas posições fundamentais nos copos: o copo cheio e o copo vazio. Ao copo cheio dá-se-lhe um beijinho e o copo vazio deve ser absolutamente escorropichado. O resto é conversa...

A ordem dos factores nem sempre é arbitrária
- O meu problema foi deitar as canas e apanhar os foguetes - explicava o maneta.

De profundis
O emprego é precário. A morte é certa. 

A antiguidade é um posto. Um posto médico.
- Eu sou do tempo do Joselito, e isto quer dizer muito.
- Hã?...
- Ok. Pensando melhor, isto não quer dizer nada. (ouvir)

A propósito da palavra porcausa
A palavra porcausa escreve-se da mesma forma que as palavras porexemplo e poracaso. As três obedecem ao mesmo princípio - o da ignorância.  

Sem comentários:

Publicar um comentário