domingo, 20 de janeiro de 2019

Francisco José Tenreiro

O mar

A voz branca que está no mato
perde-se na imensidão do mar.
Lá vai!

O sol bem alto
é uma atrapalhação de cor.
- Abacaxi safo nona
carregozinho do barco!…


Um tubarão passando
é um risco de frescura.
Lá vai!


O barco deslizando
só com a vontade livre e certa do negro
lá vai!


Francisco José Tenreiro

(Francisco José Tenreiro nasceu no dia 20 de Janeiro de 1921. Morreu em 1963.)

Sem comentários:

Publicar um comentário