quarta-feira, 24 de outubro de 2018

Antônio Rangel Bandeira 3

Fim do mundo

Todos os jornais darão edições especiais
E ainda um bonde terá tempo de colher um transeunte.
O Presidente dirá palavras de conforto à Nação.
Os bombeiros ficarão a postos
Como à espera dos grandes cataclismos.
À falta de luz eléctrica os homens usarão querosene
Em candieiros alados.
O poeta se perderá em cogitações
De interesse particular.
Um telegrama esclarecerá pequenos detalhes:
- As agulhas das bússolas ficarão desnorteadas
E os sinais telegráficos perder-se-ão no espaço.
Além do mais algumas estrelas cairão sobre o mar
- Parnasianas.
E entre palmas e gritos dos espectadores
A ressurreição da carne será anunciada.


Antônio Rangel Bandeira

(Antônio Rangel Bandeira nasceu no dia 24 de Outubro de 1917. Morreu em 1988.)

Sem comentários:

Publicar um comentário