sexta-feira, 19 de outubro de 2018

Álvaro Guerra 3

As armas

[...]
Vem do céu, silvando, assobiando, um envenenado e gigantesco dedo de Deus, igual ao teu dedo que premiu um botão a mais de mil metros de altitude, vem do céu e tu vais longe já, voando sobre a terra onde começa a acender-se um clarão alaranjado que sobe em cogumelo e lentamente se desfaz sobre os campos e as cidades onde ninguém fica para te contar a morte à bomba.

"Memória", Álvaro Guerra

(Álvaro Guerra nasceu no dia 19 de Outubro de 1936. Morreu em 2002.)

Sem comentários:

Publicar um comentário