domingo, 22 de julho de 2018

José Paulo Paes

Cemitério 

Aqui jaz um leão
chamado Augusto.
Deu um urro tão forte,
mas um urro tão forte,
que morreu de susto.

Aqui jaz uma pulga
chamada Cida.
Desgostosa da vida,
tomou inseticida:
Era uma pulga suiCida.

Aqui jaz um morcego
que morreu de amor
por outro morcego.
Desse amor arrenego:
amor cego, o de morcego!

Neste túmulo vazio
jaz um bicho sem nome.
Bicho mais impróprio!
tinha tanta fome
que comeu-se a si próprio.

José Paulo Paes

(José Paulo Paes nasceu no dia 22 de Julho de 1926. Morreu em 1998.)

Sem comentários:

Publicar um comentário