quarta-feira, 21 de fevereiro de 2018

Dia Internacional da Língua Materna, hoje

Lusitânia

Os que avançam de frente para o mar
E nele enterram como uma aguda faca
A proa negra dos seus barcos
Vivem de pouco pão e de luar.


Sophia de Mello Breyner Andresen

Sem comentários:

Publicar um comentário