sábado, 25 de novembro de 2017

Oswaldo Osório

Manhã inflor

as héveas murcharam
desertas de folhas
desertas de flores

propositadamente
nem só o sangue mas também a seiva
nem só a criança mas também a pétala
nem só o homem mas também a planta
nem só a carne mas também a lenha
propositadamente

tudo o hamadricida flagelou


a beleza da flor
a inocência da criança
a certeza dos campos
o aconchego duma sombra

mas nos covis a vida continuou
e o apelo à luta redobrou

as héveas murcharam
e com as héveas
a manhã inflor
a terra nua

mas ainda a vida
nos covis continua


Oswaldo Osório

(Osvaldo Alcântara Medina Custódio, conhecido como Oswaldo Osório, nasceu no dia 25 de Novembro de 1937)

Sem comentários:

Publicar um comentário