domingo, 26 de novembro de 2017

Jorge Listopad 2

Ulisses

[...]
- Quero saber mais - insisti.
O meu fotógrafo estava um tanto surpreendido com a minha curiosidade, e não era razão para menos. Mas acontecia que o engenheiro Šourek, gerente do banco Assicurazione de Trieste, era amigo do meu pai, e comercialmente também eram amigos. Era o único prémio de seguro que eu recebia, depois de o meu pai ter morrido numa prisão nazi; que estranho, como a memória brinca connosco, porque só agora desenterro factos que estavam esquecidos? Eu sabia que o engenheiro Šourek era casado com uma irlandesa de nome Eileen; só nesse momento juntei os factos: a Eileen era irmã de James Joyce, que era então professor na bela cidade de Trieste, que aliás visitei, uma vez, ao fazer um desvio de Veneza; e que, sem eu saber porquê, estranhamente me comoveu. Sei é que em Trieste, quando chamavam Joyce ao senhor professor, faziam-no como se lessem a palavra eslava jajce, que em esloveno significa ovo. Quanto a Šourek, na língua autóctone significa testículos. James Joyce sabia-o, linguista como ele era, e escreveu aos noivos uma carta de felicitações, não do melhor gosto, desejando-lhes um bom e fecundo encontro do ovo com o testículo.
Como o mundo é pequeno. O meu pai era amigo do cunhado de James Joyce, provavelmente sem saber quem era esse novo Homero do século xx; eu morava numa rua vizinha da sua e em casa tinha aberto o seu livro Ulisses. Achei tudo isto um milagre de acasos e por isso dedico esta pequena narrativa a todos os entes aqui nomeados e ao referido fotógrafo, que foi depois tomar comigo um café numa outra rua próxima; um mokka, como escreveu James Joyce. Enquanto tomávamos café quis contar-lhe tudo isto, mas depois achei que ele não podia compreender uma coisa que nem eu mesmo compreendia.

"Remington", Jorge Listopad 

(Jorge Listopad nasceu no dia 26 de Novembro de 1921. Morreu ontem.)

Sem comentários:

Publicar um comentário