terça-feira, 24 de outubro de 2017

Felicidade é coisa pouca e tudo

Vou a Oliveira de Azeméis, por exemplo, e levo uma data de "Ó jovem!", geralmente dito por pessoas de bandeja na mão e com idade para serem, vá lá, meus netos. Afino! Ai, se soubessem como eu afino!... Por outro lado: vou a Fafe, por exemplo, e as pessoas, algumas com idade para serem, vá lá, meus filhos, chamam-me "Meu rico menino!", e eu gosto. Fico feliz da vida!... Quer-se dizer: todas as terras são por exemplo, mas algumas são mais por exemplo do que outras. E neste particular, deixem-me que vos diga, Fafe é, modéstia à parte, uma terra por exemplíssimo...

Sem comentários:

Publicar um comentário