segunda-feira, 24 de julho de 2017

Solano Trindade

Cantares da América
 
Blues / swings / sambas / frevos / macumbas / jongôs


ritmos de angústia e de protestos
estão ferindo os meus ouvidos!...
São gemidos seculares da humanidade ferida
que se impregnaram nas emoções estéticas
da alma americana...
É a América que canta...


Esta rumba é um manifesto
contra os preconceitos raciais
Esta conga é um grito de revolta
contra as injustiças sociais
Este frevo é um exemplo de aproximação
e de igualdade...


Canta América
Não o canto de mentira e falsidade
que a ilusão ariana
cantou para o mundo
na conquista do ouro
nem o canto da supremacia dos derramadores de sangue
das utópicas novas ordens
de napoleônicas conquistas
mas o canto da liberdade dos povos
e do direito do trabalhador...

"Cantares ao Meu Povo", Solano Trindade

(Solano Trindade nasceu no dia 24 de Julho de 1908. Morreu em 1974.)

Sem comentários:

Publicar um comentário