domingo, 23 de julho de 2017

Chagas Vale

Escuro canto

Sobre a mesa brota um jarro insone
e sua sombra se projeta escura no espaço
as raízes da toalha, as folhas alvas
se movem em meio às luzes do espelho
ou uma ave voa por entre talheres e facas
num curvo espaço de mãos entreabertas

Ainda as flores iluminam a mesa
a textura breve de suas longas pétalas
suavemente só se move a mão dentro da tarde
e num gesto calmo flutua um copo sobre a água
sobre a penumbra intensa da toalha,
as vozes fundas se elevam e fendem
a parte móvel do silêncio, um tenso canto

"Estado Provisório da Água", Chagas Vale

(Chagas Vale nasceu no dia 23 de Julho de 1943. Morreu em 2016.)

Sem comentários:

Enviar um comentário