segunda-feira, 24 de abril de 2017

Orides Fontela

Cisne
 
Humanizar o cisne
é violentá-lo. Mas
também quem nos dirá
o arisco esplendor
- a presença do cisne?
 
Como dizê-lo? Densa
a palavra fere
o branco
expulsa a presença e - humana -
é esplendor memória
e sangue.
 
E
resta
não o cisne: a
palavra
 
- a palavra mesmo
cisne.

"Alba", Orides Fontela

(Orides Fontela nasceu no dia 24 de Abril de 1940. Morreu em 1998.)

Sem comentários:

Publicar um comentário