domingo, 26 de fevereiro de 2017

João Bastos

Descortesia

De novo enfim nos encontramos. Como
mudaste, amor! Não estarias, certo,
assim gorda e viçosa, qual um pomo,
se esses meses de mim passasses perto...

 
A mão sorrindo me apresentas. Tomo
os dedos brancos que de leve aperto.
Na palma o olhar fixando, leio e somo
todas as faltas, como em livro aberto.

 
E pensar que ainda ontem... Grande tolo!
que ainda ontem cheguei a ter vontade
de chorar, tão profundo desconsolo

 
me trouxe a última carta que escreveste:
­- "estou tão triste... morro de saudade..."
E nem por cortesia emagreceste!...


"Caminhos da Vida", João Bastos

(João Bastos nasceu no dia 26 de Fevereiro de 1898. Morreu em 1962.)

Sem comentários:

Publicar um comentário