quinta-feira, 22 de setembro de 2016

Gustavo Teixeira

Cleópatra

Sob o pálio de um céu broslado de cambiantes,
A galera real, de tírias velas tesas,
Avança rio a dentro, arfando de riquezas,
Cheia de um resplendor de pedras coruscantes.

Sob um dossel de bisso, entre espirais ebriantes
De incenso, a escultural princesa das princesas
Cisma... Remos de prata, à flor das correntezas,
Deixam móbeis jardins de bolhas trepidantes...

Soluçam harpas d'oiro às mãos de ancilas belas;
Branda aragem enfuna a púrpura das velas
E à tona da água alveja um espumoso friso.

E a Náiade do Egito, ao ver a frota ingente
De Marco Antônio, ri, levando unicamente
Contra as lanças de Roma a graça de um sorriso.

Gustavo Teixeira

(Gustavo Teixeira nasceu no dia 4 de Março de 1881. Morreu em 1937.)

Sem comentários:

Publicar um comentário