quinta-feira, 12 de maio de 2016

O velho problema das pessoas de companhia

O Parlamento português deverá decidir hoje que "quem matar animais de companhia não deve poder tê-los durante dez anos", segundo o jornal Público. Concordo, embora me sobre uma pequena dúvida acerca do tempo de castigo, se deveria ser durante nove anos ou onze anos, mas dez também está bem. Agora: e como é que fica com quem matar pessoas de companhia, como, vá lá por exemplo, maridos ou mulheres, filhos ou pais, amigos ou simpatizantes? Quanto tempo sem "poder tê-los"?...

Sem comentários:

Publicar um comentário