domingo, 5 de abril de 2015

Carlos Queirós 2

Antissoneto

O nosso drama de portugueses,
O nosso maior drama entre os maiores
Dos dramas portugueses,
É este apego hereditário à Forma:
Ao modo de dizer, aos pontinhos nos ii,
Às vírgulas certas, às quadras perfeitas,
À estilística, à estética, à bombástica,
À chave de ouro do soneto vazio
- Que põe molezas de escravatura
Por dentro do que pensamos
Do que sentimos
Do que escrevemos
Do que fazemos
Do que mentimos.


Carlos Queirós

(Carlos Queirós nasceu no dia 5 de Abril de 1907. Morreu em 1949.)

Sem comentários:

Publicar um comentário