quinta-feira, 10 de maio de 2012

Já pensou no próximo fim-de-semana?

Não? Então perdoe-me o abuso e permita-me que o aconselhe: meta-se pelo Alto Minho dentro e dê um salto a Paredes de Coura. Olhe que é mais perto e melhor caminho, belo caminho por sinal, do que lhe poderá parecer à primeira vista. Vá, que é fim-de-semana gastronómico, peça que o apresentem à truta, rainha da festa, às mil e uma maneiras de cozinhar truta - truta "do Coura", porque chamar-lhe "do rio" já comporta uma subtil e escusada imprecisão, mas isto que fique cá entre nós. Não gosta de truta? Coma feijoada, cozido ou cabrito. Não gosta de comer? Tem bombos e concertinas. Incomoda-o o barulho? Dê dois passos ao lado, não são precisos mais, ouça esse silêncio, sinta esse ar, feche os olhos e veja o paraíso inteiro à sua volta. Depois guarde tudo - o silêncio, o ar e o paraíso -, meta no carro, com cuidado para não partir, e leve para casa. As autoridades não implicam e a mala bem atestada costuma dar para uma semana.
Deixo-lhe uma dica final, e esta é como quem me arranca os dentes: procure o Restaurante Conselheiro, mesmo em frente à Câmara, ouça com atenção o Sr. Vilaça, dono da casa, aproveite e aprenda, coma e delicie-se, beba mas não abuse. Boa viagem e bom proveito!

Sem comentários:

Publicar um comentário