sábado, 4 de fevereiro de 2012

Nada de pânico! Pode não ser geral.

Há mais dois ex-espiões que trabalham na Ongoing e estão a ser investigados pelo Ministério Público.
Eu não alinho em conclusões precipitadas, nem me deixo levar pelas guerras entre impresas (exactamente, impresas). Até prova em contrário, continuo a dar o benefício da dúvida à Ongoing, que não tem culpa nenhuma de uma série de por-acasos que lhe caíram em cima. Não acredito que os serviços secretos se tenham mudado em peso, e de armas e bagagens, para a operadora de Nuno Vasconcellos, até porque, tanto quanto sei, ainda não foram privatizados. O previsto era só depois da EDP e da REN e antes da TAP.
Para além disso, estas notícias são extremamente injuriosas para o Sr. Silva porteiro e para o Sr. Octávio motorista, pelo menos estes dois, funcionários da Ongoing de folha limpa, sem salários para pertencerem à maçonaria e que do SIS só sabem que dá empate no Totobola. Portanto, nada de pânico! A coisa pode não ser geral. E tento na língua! Não há balbúrdia nenhuma nas secretas, como Pedro Passos Coelho, o porta-voz do Governo de Miguel Relvas, garantiu ontem no Parlamento.

Sem comentários:

Publicar um comentário