domingo, 3 de julho de 2011

Cavaco Silva, o barómetro

Cavaco Silva, 28 de Junho de 2011, a propósito do programa do Governo, antes da aprovação do mesmo: "Há talvez mais de dois anos que disse que Portugal se aproxima de uma situação explosiva. Lamentavelmente chegámos a essa situação explosiva".

Cavaco Silva, 2 de Julho de 2011, a propósito da catanada no 13.º mês: "A situação actual do nosso país não é uma fatalidade".

Cinco dias. Estão a ver como isto já está melhor?

Sem comentários:

Publicar um comentário